6.4.08

Levante-se e limpe o vidro. Não faça da chuva uma desculpa para o embaçar da nossa vida. Se não há seda italiana, use suas duas mãos, sua blusa de quinta, se use.
Porque eu não faço?
A neblina veio da tua casa e não da minha.


*Junto com o tal do Caio

17 comentários:

Caio Bessa disse...

gosto do seu blog moça. Gosto da sua paixão contida nas palavras. Pois elas refletem muito de como você ama a vida.
Fica claro quando você se impões, com esse ar de mulher decidida
"A neblina veio da tua casa e não da minha", muito claro e bem definido nesta frase.
Suas palavras neste post também me deixaram suspenso. Creio que seja até pela fase atual de minha vida.
Parabéns! Lindo Blog. Palavras aladas, saltitantes. mas certeiras( feito flechas), quando precisam ser. Visita certa periódica será .
Caio Bessa

Juliana.Campos disse...

" vamos viver tudo o que há pra viver, vamos nos permitir...!"



P.s: "o amor é como o sol sabe como renescer..."
o amor me move como às montanhas ;)

тαynαн disse...

É... Qualquer coisa, desenhe no vidro. Nos traços podemos ver o que está além do embaçado.
[Mas por que se contentar com traços se podemos ter a imagem por inteira? .. Mesmo assim, ainda acho interessante desenhar no vidro. =) ]

Gostei do post.
Simples e diz tanta coisa em poucas linhas.

boa semana.
beijos.

Keidy Lee Jones disse...

Linda frase, linda mesmo.


Beijos..

Ana Cláudia Zumpano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Cláudia Zumpano disse...

Adoro! Adoro como você impõe as palavras...
"e arrume uma maneira de limpar, não há desculpas, pode ser mesmo sua blusa de quinta..."
rsrsrs
adorei Clara! vejo muito dos meus escritos nos teus...
bjos ;*

Bárbara M.P. disse...

Que belo blog Clara...

E, me perdoe o trocadilho infame com o teu nome, mas essas palavras que escreve tão intensamente são claras - transparentes como águas de uma lagoa..
Parabéns, menina...

Beijos
Bárbara

imnotinsane disse...

Tao belo e tao simples...
Adorei ***

Camilinha disse...

Já não basta a chuva para embaçar o sol... Não deixemos que nós embacemos nosso arco-íris...

beijos daqui...

Sunflower disse...

o ruim (ou o bom) é que a neblina, que não é nossa fica baixa e a gente pensa que anda com os pés nas nuvens.

1a das Pimp! disse...

Não imaginas como me soube bem ler estas frases do teu post.
Também não quero neblina na minha casa!
Até...

Mary disse...

Post sábio...
Beijokas!!!

Juliana Caribé disse...

Nada mesmo de inventar que a culpa é da chuva. Nem sempre ela é pranto. Ela pode ser canção. Depende apenas do que se quer ouvir...

Beijos.

Gabriele Fidalgo disse...

Seu blog está ótimo, Clara.
Este post fala uma das maiores verdades que existem.
Beijos.
E desculpe a demora para responder.

nj.marabuto disse...

bacana é a gente se inspirar mutuamente, neh? é a maior riqueza de se escrever em um blog e não em um caderno velho.


o mesmo calor que nos faz transpirar de desejo, embaça os vidros da vida... há de se ter muito bom humor, distrair-se, para não por a perder momentos mágicos com um senso crítico e uma mala pesada de cobranças.

beijos

Geuder Martins de Carvalho disse...

Adorei estar por aqui
Lindo blog. Bela-palavra-menina.
Até.

Fada disse...

É verdade!!!!

As vezes usamos desculpas tão esfarrapadas para não limpar nosso quarto,~para não abrirmos a janela do carro e para não sorrir!!!

Feliz aquele que se liberta de sua preguiça..e de seus medos!!!

beijokas