28.4.11

Não é amor



Amor é pouco.
Amor acaba, degenera, adoece.
Não cabe em quatro letras e nem serve de moldura para porta-retrato. É mais.


É uma mistura de tudo o que possa existir de mais
bonito em um ser humano.
É um quadro de Monet. É uma sensação de leveza, é uma carga diária de vida.


Não é amor, ganha.


É um choro repentino,
uma alegria inacabada, a vontade de ganhar o mundo porque, inconscientemente,
sabe-se da segurança do para-quedas.
É um domingo barulhento, uma letra bonita, uma surpresa. É uma escolha dita e redita.
Não é amor, é a própria vida.


É uma certeza que chega a doer de tão bonita.
É um carinho que inunda os olhos. É uma crise de riso. É aprender a admirar
o outro pelos detalhes.
Não é amor, é o alfabeto
inteiro.


É rezar, baixinho, para que o sono seja
tranqüilo
e que os santos e axés estejam, parados, observando como os dois são lindos.
É uma proteção sem culpa. É um diálogo com abraços.
É um silêncio que acalma.
Não é amor, é imenso.


É uma viagem a uma praia distante.
Um poema de Drummond. É uma dedicação desmedida.
Uma ida sem volta. É luz.
Não é amor, é uma sensação divina.


É um agradecimento diário, uma inveja alheia. São duas coisas que
brilham
tranquilas,
sem medo.
É um mundo de problemas facilmente solucionáveis.
Não é amor, é entrega.


São as lágrimas que caem agora só para desafogar.
É onipresença, equilíbrio,
moradia.
É felicidade na sua melhor forma.
É uma sorte.

Não é amor,
ultrapassa.

13 comentários:

Jaya Magalhães disse...

Coisamaislindaqueexiste.

Não é amor o que é o amor.

Thaís Nóbrega disse...

paiemae.
:*

Jaya Magalhães disse...

Eu vim de novo aqui. Ler e sentir. Porque, meudeusdocéu, QUE COISA MARAVILHOSA QUE VOCÊ FEZ AÍ!

Thomaz Ribeiro disse...

às vezes amor é pouco e com amor não se paga.

Thais Lira disse...

Você escreve muito bem. Eu adorei! Estou seguindo. Passa lá: www.pontodalira.blogspot.com

Beijo e queijo!
Bonjour!

Camila Vivas disse...

Não, não é amor esse sufoco diário de alegria. Sempre achei isso. Tem toda razão: é mais que isso.

Matheus N. disse...

não é amor, não é..

é falta de palavras pra dizer o que li, não é amor, não, não é..

é você, ameninaclara.

:*

gorda disse...

e esse texto ultrapassou os limites de beleza e verdade! linda.

kika tonetti disse...

Sem palavras.


Achei suas poesias, e textos, e frases e dizeres...

Estou sem palavras.

Fantástico.
Parabéns!

Leandro Luz disse...

Ótimo (simples assim)

Triste.Eco disse...

Lindo.*

Paula disse...

nossa.. maravilhoso! Nunca vi nada tão bem escrito assim sobre o amor.

Jaya Magalhães disse...

Senti saudade, voltei, treli, me enchi de coisa boa, catei um pouco do teu brilho, espalhei e saio daqui sorrindo.

Tua poesia faz falta. Tu sabe.