23.4.08

Ela olha para o relógio
Os ponteiros insistem em andar com velocidade absurda
Cada passar de segundo é um peso a mais que os ombros carregam
Corre o danado do tempo.


Tic-tac tic-tac tic-tac
Nada muda.
Tic-tac

A menina entra em desespero
O relógio não pára
A vida corre como a luz.

Tic-tac-tic-tac
Faz alguma coisa?
Tic-tac tic-tac
Não, isso não!
Tic-tac-tic-tac

Um minuto
Perdido?

Tic-tac
Tic-tac

Ela não sabia o que fazer com o tempo
Só conseguia ter medo dele.

Tic-tac
Tic-tac
Dois minutos.
O que eu fiz ?

Quanto mais se procura saída,
mais adentra no labirinto.
Seus soldados impedem
Vislumbrar o dia em sua totalidade.
Vida?
Apenas uma necessidade de ser mais rápida do que
o vai-e-nunca-volta dos ponteiros.

Mais uma refém do Senhor Tempo.

29 comentários:

João Menelau disse...

Bom demais!! é assim mermo que as coisas funcionam por aqui...
O tempo é uma forma de prisão
Um áspero palhaço da ilusão
Marcando as cicatrizes da poesia
Roubando toda a vida e toda a alegria ;)

Ana Cláudia Zumpano disse...

claro... já dizia caetano:

Compositor de destinos
Tambor de todos os ritmos
Tempo Tempo Tempo Tempo
Entro num acordo contigo
Tempo Tempo Tempo Tempo

adorei!!! a vida é esse contra-tempo gostoso!
;*

Camilinha disse...

Tempo é Deus Grego de três cabeças... Tão poderoso que se fez titã e comeu o próprio filho, diz a lenda.

Khronos já foi nome de Saturno que tem ano pra mais de 30 anos dos nossos...

Desafiar tamanha magnitude? Sei não...

beijos daqui...

Rafael disse...

todos somos. o tempo urbano é doentio mesmo.

disse...

Nem fale desse danado desse tempo. Tava conversando com uma amiga dia desses exatamente sobre o tempo. Não o tempo sobrando de não saber o que fazer, mas o tempo faltando de tanta coisa pra fazer.

Bjo

nj.marabuto disse...

escrevi isso aqui anos atrás:

"O tempo é a ruína dos ansiosos
e a prisão dos temerosos
Algoz dos preguiçosos,
escasso bem dos ambiciosos"


depois posto no meu blog o texto na íntegra. tá razoável até. beijos.

Priscila Petrarca disse...

de blog em blog achei este teu e devo dizer que fiquei encantada. Amei a maneira como usa as palavras, como demonstra os sentimentos. lindo blog
beijos

Leila Saads disse...

Esse seu texto me trouxe aquela sensação eterna de que há sempre algo a se fazer, mesmo quando não se está fazendo nada, sabe?
Beijos!

Mr. Ziggy disse...

Gostei dessa agonia aflitiva que senti agora. Foi como um texto da Ju que li: minha alma ficou sem respirar direito. Muito bom, Clara! Bjos!

Juliana Caribé disse...

Acho que nós não precisamos fugir do tempo, nem nos preocuparmos tanto com ele. É fato que ele chega. E traz consigo um monte de coisas boas: experiência, maturidade, discernimento. Só é preciso saber viver cada coisa a seu tempo. Não querer apressá-lo, sabe? Ele, como todos nós, tem seu próprio caminhar.

Beijos.

Nina Vieira disse...

"Compositor de destinos
Tambor de todos os rítmos
Tempo tempo tempo tempo
Entro num acordo contigo
Tempo tempo tempo tempo..."
Achei que este trecho da muica Oraçao ao Tempo de Caetano Veloso combinaria com sua postagem.
Você tem razao. Somos reféns de algo criado pelos homens, uma ilusao é o tempo.

Gostei muito daqui. Posso vim mais vezes?

Anna K. Lacerda disse...

O "tic-tac" zune no ouvido. Sejamos arquitetos dos nossos ponteiros!
É chegada a hora de atravessar o caminho do danado tempo (essa farsa instituída).

Abraços.

Juliana.Campos disse...

O tempo é inconstante, ora se quer que ande mais rápido,ora se quer que nunca passe ou dure mais...
O tempo leva as dores, as lembranças, a juventude...
O tempo é um menino travesso ;D

Bruna.K disse...

Finalmente vim conhecer o famoso cantinho " A Clara Menina Clara"!!

Adorei o poema!!
Tempo que corre esse... Ligeiro!!
Ei, Senhor Tempo, pode nos deixar viver um pouco?
Mas ele tem suas vantagens, muitas vezes ele cura... Já disse o Sr. Machado: "...o tempo é um rato roedor das coisas, que as diminui ou altera no sentido de lhes dar outro aspecto."
:)

Voltarei mais vezes!!
Beijos mil...

Fernanda Papandrea disse...

:)
gostei!

imnotinsane disse...

"Apenas uma necessidade de ser mais rápida do que
o vai-e-nunca-volta dos ponteiros".

Mas que belo texto pah...!
Gostei imenso!
O tempo às vezes é mesmo o nosso pior inimigo...
***

Chris... disse...

Gostei do seu blog...
Parabéns!
Voltarei...
BJ

Carol disse...

Tempo, Tempo, Tempo....

Vivemos de tempo ou para o tempo?

Lais Mouriê disse...

Arranquei a bateria do relógio, sabe?
Lindo, querida!
Bjao

Banzooo disse...

"... Quanto mais se procura saída,
mais adentra no labirinto..."

... de uma veracidade incrível seu texto! O Senhor tempo, esse que nos assusta e leva tudo de nós...

Ótimo texto!

[Ana Clara]

Mary West disse...

Muito me lembrou uma música do Alceu Valença. Solidão, diz q ela é amiga das horas e prima/irmã do tempo.

Sunflower disse...

Eu - fã incondicional de relogios digitais. Eles não gritam pra ti que a tempo está marcando "menos-um, menos-um, menos-um..."

E também tem a tar da tabuada de cinco que eu não preciso fazer ;)

Caio Bessa disse...

É eu poderia recitar carmina burana. Mas não farei (a verdade é que a essa hora estou sem bossa pra comentar) mas amei seu texto-poema. tempo passando e escorrendo. Nossa demais
Cada ponto cada vírgula
talentíssimo
COntinue assim por favor (ja virei freguês)

{Patty} Menina mãe! disse...

Muito bom o post.

~.^

tic-tac eu descobri a clara menina hoje!

Tic-tac muito bom seu blog, rs!!

bjos flor!

- Marechal Carleto - disse...

O ideal era um dia de umas 60/70 hrs

aí dava pra começar a brincar de verdade

Narradora disse...

Não tem como impedir o passar do tempo... mas não é preciso ser refém dele.
Mario Lago dizia uma coisa bem legal: "Fiz um acordo de coexistência pacífica com o tempo: Nem ele me persegue, nem eu fujo dele, um dia a gente se encontra."
Bjs

Ká. disse...

Tempo... Tempo...

Faz tempo que eu desisti de lutar contra ele...

nj.marabuto disse...

Só pra descontrair... hihihi ;)


"Tempo, tempo mano velho, falta um tanto ainda eu sei
Pra você correr macio
Como zune um novo sedã

Tempo, tempo, tempo mano velho
Tempo, tempo, tempo mano velho
Vai, vai, vai, vai, vai, vai

Tempo amigo seja legal
Conto contigo pela madrugada
Só me derrube no final... oh-oh... oh-oh ah..." (Pato Fu)

Filipe Garcia disse...

Que desespero! Para pra pensar no tempo me deixa com a cabeça dolorida. O que deixei de fazer agora foi-se e o que eu fiz também já era, estão consumados.

Mas não tem como brigar com isso né? Só aceitar e aproveitar cada tic-tac!

Beijo.